Natal, Somente Tradição?


Lourdes Ferreira da Motta
 


Vou dizer
Feliz Natal!
Amigo, amiga,
Filho, filha,
Irmã, irmão
Repetindo
O cumprimento tradicional.

Será mesmo Feliz Natal?
Ao som de batalhas,
Desastres, terror e mortes?
Insegurança, lá... ao longe...
E perto... inimizades,
Desentendimentos
Maus julgamentos.


Meu Natal é menos feliz
Quando vejo meu irmão chorar,
Incompreendido,
Insultado,
Com fome, doente,
Sem ânimo de luta
Pra suprir, uma vida decente!

Oh! Jesus querido!
Perdoa-me a pretensão
De que eu possa ser feliz
A custa do Teu Natal
Quando tudo me diz
Que há tanto mal?

Oh! Jesus amoroso!
Ajuda-me a aceitar
As diferenças entre os homens
Faze-me lembrar
Que assim será
Por um tempo.
Faze-me entender
Que trarás contigo a recompensa
De alegria ou choro
Conforme o meu proceder.

Rogo o Teu perdão,
Pois sou levada
Como tantos outros
A repetir tradição.

Sou consolada e feliz,
Pois Tua Palavra me diz,
O quanto entendes de dor!
Nascemos do Espírito
Em um Natal do Teu Amor!

 01/12/2002
Mensagem exclusiva do Site
(Repasse com os devidos créditos)

 














: Menu Principal Natal : Voltar para Mensagens Natal 2 :



: Laura Poesias : Menu Poesias : Livro de Visitas : E-Mail :







Gostou desta Página?
Recomende para um amigo!

CLIQUE PARA AQUI RECOMENDAR ESTA PÁGINA!




Get a MIDI Plug-in


Revisão de Texto: IZA / Imagem: WebShots
Copyright © 1999 &2003 *Laur@´s Poesias® / Todos os direitos reservados
 Webmaster Design Iraima Bagni / RJ - Brasil

Editada em:  08/12/2003